Procrastinação: ela pode estar atrapalhando a sua carreira

“Não deixe para amanhã o que você pode fazer hoje.” Não é incomum invertermos a lógica desse ditado e deixarmos para amanhã ou depois o que poderia ser feito agora, apenas para evitarmos sentimentos negativos e frustrantes. Quando isso se torna um hábito, porém, deixa de ser uma reação natural e se torna um inimigo da produtividade — a tão temida procrastinação.

procrastinação pode se manifestar em hábitos aparentemente inofensivos, como navegar sem rumo pelas redes sociais ou checar o e-mail várias vezes por dia. No entanto, ela também pode criar um círculo vicioso em que o indivíduo adia algo importante, mas sente-se angustiado e ansioso por não ter cumprido sua obrigação. Com isso, deixa de fazer outras tarefas e fica preso num ciclo sem fim de procrastinação.

No ambiente profissional, no qual as cobranças são cada vez maiores, a procrastinação pode arruinar carreiras. Quem procrastina invariavelmente terá de cumprir suas tarefas em algum momento — o que geralmente acontece na última hora, prejudicando a qualidade do trabalho e o andamento de projetos.

Listamos, a seguir, algumas dicas para não deixar que a procrastinação se torne um obstáculo ao seu desenvolvimento profissional.

Comece pelas tarefas mais difíceis

Para uma pessoa ansiosa, a pior parte de seguir com a rotina do dia a dia é ter de lidar com questões complicadas ou com potencial de causar problemas. 

Por isso, parece contraproducente dizer que, para evitar a procrastinação, o ideal é começar pelas tarefas mais difíceis, que têm mais chances de consumir muito tempo, energia e esforço.

Por incrível que pareça, a lógica é simples. Se uma determinada tarefa é fonte de preocupação, é provável que, se você a deixar por último, ela vá tomar conta dos seus pensamentos e minar sua capacidade de se concentrar em outras questões.

Comece o dia resolvendo aquilo que considera mais desafiador. Depois, veja como se sente mais leve, e sua mente estará livre para focar em outras tarefas. Acredite: dá muito mais trabalho deixar uma tarefa importante para a última hora do que encará-la assim que ela aparece.

Estabeleça metas diárias

Evitar a procrastinação também passa por organizar suas tarefas em ordem de prioridade. Saber distinguir o que é realmente urgente do que pode ser feito em outro momento é crucial para planejar uma semana de trabalho produtiva

No fim de cada dia, faça um levantamento de todas as tarefas que executou e liste aquelas que você ainda precisa realizar. Utilize métodos de organização em papel, como o bullet journal, que é ideal para quem precisa conciliar os deveres da carreira com as exigências da vida pessoal, por ser mais flexível do que uma agenda.

Organize seu local de trabalho

Uma mesa de trabalho bagunçada não é exatamente o ambiente mais propício para alguém que busca ter uma rotina profissional produtiva. Perder minutos ou horas procurando documentos importantes pode virar mais uma desculpa para procrastinar, além de comprometer todo um dia de trabalho. 

Mantenha sua mesa e pastas e arquivos do computador organizados. Separe os objetos por ordem de importância e utilidade — manuais e documentos que precisam ser consultados com frequência devem ficar à mão, assim como canetas e caderno para anotações.

Livre-se de objetos que possam minar sua capacidade de concentração e tente manter o mínimo de itens de decoração sobre a mesa, para evitar distrações.

Defina um tempo para cada tarefa e drible a armadilha da procrastinação

Saber que você tem um prazo de uma semana para entregar um relatório pode trazer a falsa sensação de que há tempo de sobra e por isso, você pode se dedicar a outras questões menos urgentes e deixar o relatório para depois. 

Para evitar essa armadilha, determine o tempo que será necessário para executar cada uma de suas tarefas, começando pelas mais difíceis e urgentes. No entanto, tenha cuidado na hora de decidir de quantas horas ou dias vai precisar e não subestime o tempo que deverá ser dedicado a cada uma delas.

Esperamos que nossas dicas ajudem você a identificar e compreender os motivos da procrastinação e por que devemos evitá-la. Assine nossa newsletter e receba mais dicas e sugestões para ter uma carreira bem-sucedida e satisfatória.

Coach Luiz Porto

Coach Luiz Porto Autor

Graduado em Administração de Empresas, Pós Graduado em Gestão de Pessoas e Mestre em Comportamento Humano. Formado como Coach na SLAC (Sociedade Latino Americana de Coaching). Atua em Coaching e Gestão de Pessoas há mais de 10 anos e tem passagens por diversas empresas nacionais e multinacionais.

Deixe uma resposta