Quais as causas da procrastinação e como evitá-las?

Algumas vezes, é normal atrasar a execução de determinadas atividades porque você está cansado ou tem vontade de fazer outras coisas. O dia a dia é tão atarefado que o corpo pede para desacelerar!

No entanto, isso se torna um problema quando vira um comportamento frequente e nos leva a procrastinar. Nesse caso, é importante entender as causas da procrastinação e saber como evita-la. Saiba mais no post de hoje:

O que é procrastinação

A procrastinação é definida como o atraso voluntário de uma ação, mesmo quando sabemos que existem consequências negativas. Quem procrastina costuma escolher atividades ou ações que tragam prazer imediatamente, em detrimento daquelas cuja satisfação é percebida a longo prazo.

Procrastinadores crônicos podem ter dificuldades para manter relacionamentos por muito tempo. É comum que eles mudem de parceiros ou empregos com frequência, pois não conseguem manter seu foco em uma única pessoa ou atividade.

A procrastinação pode trazer danos à saúde e prejudicar a vida social de quem sofre com ela. A seguir, listaremos as principais causas e daremos algumas dicas para lidar com esse problema.

Causas da procrastinação

Impulsividade

É comum achar que a origem da procrastinação está no perfeccionismo. No entanto, segundo especialistas em comportamento, o principal motivador é a impulsividade. 

Pessoas impulsivas buscam satisfação imediata e, por isso, preferem atividades que tragam recompensas rápidas e evitam aquelas que têm potencial de não trazer prazer direto.

Medo de ser criticado

Ninguém gosta de ouvir que fez um trabalho ruim. Contudo, para alguns indivíduos, as críticas podem ser ainda mais nocivas. 

Crianças que cresceram em ambientes repressivos, com familiares que exigiam delas um comportamento “perfeito”, sem falhas e momentos de diversão, podem se tornar adultos sem iniciativa, pois a melhor maneira de evitar críticas é não agir.

Autoestima baixa

Pessoas acostumadas a receber muitas críticas tendem a se perceber de maneira menos positiva. Isso afeta sua autoestima e percepção de merecimento.

O indivíduo que não se considera merecedor do sucesso ou da felicidade está propenso a correr menos riscos ou até mesmo a se sabotar, já que não acredita que merece as recompensas que podem surgir de seu esforço.

Como lidar com a procrastinação

Reconheça os sinais

Saber o que leva você a procrastinar é o primeiro passo para evitar o comportamento. É importante avaliar onde está o problema (baixa autoestima, falta de motivação ou medo das críticas), quais são os gatilhos da procrastinação e em que momentos ela costuma aparecer.

Elimine as distrações

Atualmente, é quase impossível passar incólume às redes sociais. No entanto, muitas vezes gastamos tempo precioso checando atualizações e navegando sem propósito, apenas porque queremos evitar uma atividade que consideramos chata.

Colocar o telefone no modo avião e fazer logout dos sites das redes sociais é apenas o primeiro passo para não cair na tentação de correr para a internet quando estamos tentando manter a concentração em uma tarefa importante.

Busque motivação

Manter-se sempre motivado pode ser difícil, mas é importante lembrar do que desejamos realizar e do porquê de continuarmos tentando. Poucas coisas são tão especiais quanto o sucesso que vem do nosso esforço. Ter isso em mente é uma das formas mais eficientes de combater a procrastinação. 

Agora que você conhece as causas da procrastinação e sabe como lidar com ela, compartilhe essas dicas com os seus amigos nas redes sociais!

Coach Luiz Porto

Coach Luiz Porto Autor

Graduado em Administração de Empresas, Pós Graduado em Gestão de Pessoas e Mestre em Comportamento Humano. Formado como Coach na SLAC (Sociedade Latino Americana de Coaching). Atua em Coaching e Gestão de Pessoas há mais de 10 anos e tem passagens por diversas empresas nacionais e multinacionais.

Deixe uma resposta