5 hábitos para ser mais produtivo no trabalho e na vida pessoal

Em meio a nossas rotinas cada vez mais corridas e repletas de coisas para fazer, quem nunca sentiu que as 24 horas do dia simplesmente não são o bastante para tudo de que devemos dar conta?

Seja em casa ou no trabalho, é normal nos sentirmos entulhados de tarefas e sem tempo para nada. Mas isso é estressante e cansativo, e, portanto, é importante buscar maneiras de reorganizar essa aparente bagunça.

Não é fácil, mas, com dedicação, você conseguirá transformar os melhores hábitos para ser mais produtivo em elementos corriqueiros em seu cotidiano. O fundamental é se empenhar e não desistir diante do primeiro empecilho. Quer ficar por dentro do assunto? Então, continue a leitura e saiba o que fazer para aumentar sua produtividade!

1. Faça as coisas na hora

Priorizar suas demandas é algo importante e necessário. Entretanto, deixar tudo para depois apenas fará com que você acumule tarefas para mais tarde ou, até mesmo, acabe se esquecendo de fazer algo e deixando alguém na mão.

Portanto, busque fazer as coisas na hora sempre que for possível. Caso contrário, a pressão de todas as demandas que você deve cumprir apenas aumentará cada vez mais, tornando você ainda mais improdutivo e estressado.

2. Faça pausas

Ninguém é produtivo o tempo todo, e você não deve tentar produzir sem parar. Isso apenas deixará você exausto e distraído, ou seja, você pode até produzir muito, mas não será um trabalho com toda a qualidade de que você é capaz.

Então, faça intervalos regulares durante sua produção. Levante-se, coma alguma coisa, tome um copo de água e retorne para o trabalho com nova disposição. Da mesma forma, ao resolver pendências pessoais, é importante dar uma pausa e pensar também em você mesmo, sem deixar de lado o sono e a alimentação de qualidade.

3. Tire cochilos

Bateu aquele sono no meio da tarde ou no começo da noite? Depois de trabalhar a semana toda, você dedicou o fim de semana para arrumar a casa, mas sua cama está te chamando depois do almoço de domingo? Não hesite: tire um cochilo!

Cochilos curtos, em torno de quinze a vinte minutos, são excelentes fontes de energia. Eles deixarão você muito melhor disposto e pronto a dar duro no trabalho. Mas cuidado para não exagerar na dose! Se você cochilar por muito tempo, pode acordar ainda mais cansado e preguiçoso e, aí, a produtividade cai lá embaixo.

4. Dedique um tempo para se planejar

Sair produzindo sem parar e sem planejamento é, na verdade, um inimigo da produtividade. É preciso olhar para o todo e saber onde você quer chegar.

Portanto, antes de iniciar os trabalhos de cada dia, separe um tempo especialmente para planejar tudo o que você tem para fazer. Isso vale tanto para as demandas profissionais quanto para sua vida pessoal!

Dessa forma, você terá uma visão organizada e clara do seu dia, e poderá priorizar suas demandas, verificar quanto tempo tem para cada uma delas e planejar seus intervalos. Você produzirá mais e melhor, pois estará mais focado. A organização traz grandes benefícios para nosso estado de espírito e para nossa disposição para o trabalho.

5. Elimine as distrações

As distrações ao nosso redor são muitas, mas, atualmente, dispositivos móveis são alguns dos maiores inimigos da produtividade. Ao mesmo tempo em que eles são extremamente úteis para muitas demandas, o hábito de checar distraidamente suas redes sociais e demais apps gasta um tempo precioso de trabalho.

Portanto, se possível, deixe o celular e o tablet longe de você enquanto trabalha. Se for necessário mantê-los por perto, se dedique a deixar de lado o hábito de conferir suas notícias ou redes o tempo todo. Deixe isso para os intervalos! No começo, vai ser difícil, mas você logo se esquecerá desse vício e poderá produzir sem interrupções.

Gostou de conhecer os melhores hábitos para ser mais produtivo? Compartilhe este post nas suas redes sociais e ajude seus amigos a também revolucionarem suas rotinas!

Coach Luiz Porto

Coach Luiz Porto Autor

Graduado em Administração de Empresas, Pós Graduado em Gestão de Pessoas e Mestre em Comportamento Humano. Formado como Coach na SLAC (Sociedade Latino Americana de Coaching). Atua em Coaching e Gestão de Pessoas há mais de 10 anos e tem passagens por diversas empresas nacionais e multinacionais.

Deixe uma resposta